sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Sou livre



Não escondo quem eu sou
Nunca fui de me esconder
Não minto minha personalidade
Muito menos quem quero ser

Sou livre e tenho asas
Ou voa comigo
Ou me espera pousar
Mas se tentar corta-las se arrependerá

Não gosto de gaiolas
Raramente vou ceder
E se eu ceder muito
Vou acabar por me perder

Então não finge que não me conhece
Você conhece sim
Olhe nos meu olhos
E não tire o melhor de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário