quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Legalização do Aborto



Quantas mulheres ainda vão precisar morrer em clinicas clandestinas para pararem de julgar? Quantas lagrimas serão derramadas e corpos violados e crianças abandonadas, por que você não entende que o corpo é da mulher?

Não importa se foi por uma noite, se esqueceu o preservativo, odeio aquele melo maldito "só engravida quem quer" e quem não quer também, por isso tantas mães solteiras, tantas crianças nas ruas e tantas mulheres mortas em abortos clandestinos. Se o pai pode abortar por que não a mãe?
Por que ela tem que ser obrigada a gerar uma criança que ela não quer?

Você não manda no meu corpo, não pode fazer as minhas regras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário