segunda-feira, 6 de abril de 2015

Gorodofobia


Resultado de imagem para gordofobiaQuando eu era magra todo mundo falava: Bailarina não pode ser gorda, você tem que emagrecer.
Eu no banheiro chorava, vomitando depois de comer.
Era constantemente a frase que vinham dizer, emagreça mais um pouco e gostaremos mais de você.

E eu me olhava no espelho,
Sou magra, sou magra, mas tenho que emagrecer.
Mas todo mundo falava: gorda bailarina não pode ser.

Então bailarina não quis mais ser, eu gostava de comer, larguei a saia rodada e no fast food entrei.
Batata, mais batata, nós vamos te abandonar, não te amo, não te quero, você está sendo ignorada.
Mas a comida não ignora e eu comia um pouquinho mais, ela me conforta e vocês só me põem para baixo.
Resultado de imagem para gordofobia 
Tira o miolo para comer o pão, olha essas bochechas estão muito redondas.
Você não pode ir, não consegue se controlar ao comer, vai para academia, magra você tem que ser.

Sou gorda, sou gorda, mas me sinto normal, por que o povo enxerga como algo não natural?
Você está engordando, para de comer.
Faz dieta da água, da lua, pensa em morrer.
A doença aumenta, isso é frescura de gorda, ela não pratica exercícios, por isso está ficando louca.

Olha fulana emagreceu, fechou a boca e você não consegue por que?
O espelho diz que linda, mas a vovó sempre dizia, mais um pedaço? E essas gordurinhas?
E eu comia e comia. Vomitando em seguida.

Mas nada de emagrecer, nem milagre, só engordava, feliz não podia ser.
E então veio o dia que finalmente conseguiu,
A balança marcou o peso e eu comemorei em seguida.

To magra to magra, ainda não está bom, tem que ser 38, a modelo que falou.
42 ainda é gorda, 44 então, mas quando é mais que 48 o mundo se fecha e te recriminando seu corpo redondo.

Não vou postar essa foto, você está tão feia, olha o braço sobrando, olha o tamanho da sua teta.
Ninguém vai te amar, vc não merece amor, ser gorda é companhia perfeita para onde você for.

E a estima baixa, a comida consola, eu como e como e como toda hora.
Olha o que você fez, não vamos te levar, tira foto de você na praia, chega alguém começa a te zuar.
E não é escondido não, olha fulana, sua filha é magra e a minha não segue o padrão.

E eu não me aceito e você não me aceitou, nem naquele emprego, a menina magra que ganhou.
Lugar de gorda é no escritório, você não pode aparecer.
Mesmo quando está tudo bem, você precisa sempre emagrecer.

E a sua amiga magra usa roupas lindas que não comprei para você.
Essa você só vai usar quando emagrecer.
E na TV todo mundo fala, esse produto faz milagre, peso você vai perder.
Resultado de imagem para gordofobia E você gasta R$100,00, R$200,00 quase todo mês. Só porque todos os dias lançam um produto novo que vai te emagrecer.

É culpa sua, gordofobia não há, você só é gorda porque existe.
E todo mundo tem que te lembrar.
Para de comer, mas quem come não sente tamanho desespero.

Chumbinho no cupcake pode aliviar.
E ai acaba, ai é o fim.

Se eu não posso ser magra para que vou existir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário